Perguntas Frequentes - Clientes

Leasing

O que é Leasing?

Leasing é uma operação realizada mediante contrato, em que o Banco Volkswagen adquire - em nome da empresa - um veículo indicado por um terceiro (cliente, também chamado de arrendatário) a quem cede a posse e o uso desse veículo por prazo determinado.

O cliente paga as parcelas periódicas de arrendamento mensais e, no fim do contrato, pode optar por renovar o contrato de leasing, devolver o veículo ao proprietário (Banco Volkswagen) ou adquiri-lo, nesta última hipótese mediante o pagamento do Valor Residual Garantido (VRG).

Caso o cliente opte pela aquisição do veículo ao fim do contrato, não havendo débitos remanescentes, o veículo será transferido para o respectivo nome após o pagamento do VRG.

Uma das principais vantagens do Leasing é que suas parcelas são isentas de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras). Por isso, são mais suaves do que as dos financiamentos.

 

Quem pode fazer um Leasing?

Qualquer Pessoa Física ou Jurídica.

 

Quais são as vantagens do Leasing?

Além da não incidência de IOF, as parcelas periódicas podem ser contabilizadas como despesas operacionais no caso de Pessoa Jurídica. Isso reduz o lucro tributável no Imposto de Renda.

Também é permitida a inclusão de outros custos no contrato de Leasing, como acessórios, seguros e outras despesas relativas ao veículo.

 

Quais são os documentos necessários para fazer um Leasing?

Pessoa Física:

 

  • Comprovante de identidade;
  • Comprovante de inscrição na Receita Federal;
  • Comprovante de endereço residencial; 
  • Comprovante de rendimentos.



Pessoa Jurídica:

 

  • Atos Constitutivos e alterações;
  • CNPJ e Imposto de Renda Pessoa Jurídica dos últimos dois anos;
  • RG/CPF e Imposto de Renda Pessoa Física dos sócios;
  • Relação de faturamento dos últimos 12 meses, assinada pela empresa e pelo contador;
  • Três últimos balanços;
  • Ficha cadastral dos sócios.

O Banco Volkswagen poderá solicitar outros documentos ou informações que facilitem a formação do cadastro do cliente.
 

Quais são os termos encontrados nos contratos de Leasing?

Parcela periódica de arrendamento: é a parcela mensal devida pelo cliente, composta pela contraprestação e, conforme estabelecido em contrato, pelo VRG.

Contraprestação: é o nome dado às parcelas mensais do Leasing devidas pelo cliente em decorrência do uso do bem.

VRG (Valor Residual Garantido): é o valor estabelecido como mínimo a ser recebido pelo arrendador na conclusão do contrato de arrendamento. O VRG serve para recompor o valor investido pelo arrendador na aquisição do bem. O valor do VRG também pode ser considerado como pagamento que corresponde ao preço estipulado contratualmente para o exercício da opção de compra do veículo.

 

O que fazer com o Certificado de Registro de Veículos de Porte não obrigatório (CRV)?

A documentação deve ser encaminhada para o Banco Volkswagen, empresa arrendadora e proprietária do veículo, que deverá manter o CRV original em arquivo para comprovar a operação.

Para sua comodidade, utilize a carta-resposta disponível no carnê de pagamento para remeter o CRV original para a arrendadora. As despesas de postagem serão pagas pelo Banco Volkswagen.

 

Quem é o responsável pela manutenção e conservação do veículo durante a vigência do contrato?

O cliente é responsável pela guarda, conservação e manutenção do veículo.

 

Além disso, ele é obrigado a manter o veículo segurado integralmente. Em caso de sinistro com perda total, será obrigado a ressarcir o saldo devedor do contrato.

O pagamento de multas, despesas com licenciamento e IPVA também são de responsabilidade do cliente.

 

Como faço para alterar meus dados cadastrais?

Entre em contato conosco informando seu endereço completo para correspondência e/ou o novo telefone.

É importante que você mantenha seus dados cadastrais atualizados para que possamos manter contato permanente.

 

Não recebi/extraviei o carnê. Como devo proceder para o pagamento da parcela?

Para efetuar o pagamento da prestação você deverá entrar em contato com um de nossos canais de atendimento e informar seu endereço completo (rua/avenida, número, complemento, bairro, CEP, cidade e estado).

 

Como faço para efetuar o pagamento da parcela em atraso?

Até o 10º dia após o vencimento, o pagamento poderá ser feito somente no banco emissor do boleto, acrescido dos encargos.

Ressaltamos que um dos nossos escritórios de advocacia poderá entrar em contato para agendar o pagamento da prestação em aberto.

 

Como proceder para antecipar a liquidação do meu contrato?

A liquidação antecipada do contrato poderá ser feita a qualquer momento, respeitando-se as normas inerentes ao produto, sob pena de descaracterização da operação de arrendamento mercantil, conforme legislação vigente.

Para mais informações sobre esse processo veja os checklists “Liquidação Antecipada Antes ou Após a 24ª Parcela” ou “Liquidação por Sinistro”. Clique aqui.

 

A parcela periódica de arrendamento paga não é a vencida no mês. O que eu faço?

Concluídas as 48 horas úteis da realização do pagamento, por favor entre em contato conosco solicitando a apropriação do valor pago na parcela do mês e o envio de outro boleto correspondente à parcela que foi paga indevidamente.

 

Como faço para obter o extrato dos meus pagamentos?

Entre em contato com um de nossos canais de atendimento para solicitar o registro de todos os pagamentos consolidados.

 

Como é composto o valor da parcela periódica de arrendamento?

O valor das parcelas periódicas de arrendamento será composto por:
 

  • Valor da Contraprestação de Arrendamento (valor dedutível como despesa no caso de pessoas jurídicas);
  • Valor de Antecipação do VRG, dependendo da forma de pagamento do VRG ajustado no contrato.

 

Esses valores estão assinalados no recibo do sacado de cada uma das parcelas periódicas do arrendamento do carnê.

 

Como faço a troca do veículo que está alienado no meu contrato (substituição de garantia)?

O processo que permite a troca do veículo alienado por outro é denominado Substituição de Garantia.

 

Diante da prévia autorização do Banco Volkswagen é possível substituir o veículo, desde que o valor de mercado do novo veículo seja igual ou superior ao valor original do veículo a ser substituído, de mesma natureza e que não esteja alienado.

 

Para veículos usados, este deverá ter no máximo 12 (doze) anos de uso e fabricação, incluindo o ano vigente.

Para mais informações sobre esse processo veja o checklist “Substituição de Garantia LEASING”. Clique aqui.

 

Como faço a transferência de titularidade de contrato (Cessão de Direitos)?

É possível ceder e transferir a terceiros os direitos e as obrigações de seu financiamento, mediante análise de crédito.

O valor da negociação referente aos valores pagos no financiamento até a data da transferência é de responsabilidade das partes envolvidas.

Para mais informações sobre esse processo veja o checklist “Cessão de Direitos e Obrigações LEASING”. Clique aqui.

 

Desejo alterar o estado de emplacamento do veículo. O que preciso fazer?

É possível alterar a Unidade Federativa (UF) atual de licenciamento do veículo para outra cidade.

Para mais informações sobre esse processo veja o checklist “Alteração da Unidade Federativa”. Clique aqui.

 

O que faço em caso de necessidade de viagem ao exterior com o veículo arrendado?

Para deixar o Brasil com um veículo de propriedade do Banco Volkswagen é necessária uma autorização prévia.

Para mais informações sobre esse processo veja o checklist “Autorização para viagem”. Clique aqui.

 

Em que momento ocorre a liberação do veículo ao fim do contrato?

A liberação do gravame ocorre automaticamente em até 10 dias corridos após a liquidação do financiamento.

Após o envio da opção pela aquisição do veículo, bem como a quitação do contrato, o Banco Volkswagen enviará o CRV devidamente preenchido para a residência do cliente.

Em caso de faturamento do veículo em nome de terceiros será necessário o preenchimento dos dados do comprador e envio da opção de término, disponível no carnê, 30 dias antes do vencimento da última parcela periódica de arrendamento.

Após o recebimento do recibo será necessário dirigir-se ao órgão de trânsito de sua localidade para emitir o novo documento (CRV), sem alienação e em nome do novo proprietário do veículo.

 

Facebook
Twitter
Google+